Menu
PT (BR)

SSTP: o que é? Aprenda a configurar o SSTP VPN

Seu provedor
Você
Site desejado
AdGuard VPN

O SSTP (sigla em inglês para Secure Socket Tunneling Protocol) é um protocolo de tunelamento desenvolvido pela Microsoft para criar conexões VPN. O SSTP implica o uso dos protocolos SSL e TLS para criptografar o tráfego, protegendo a transmissão de dados na internet e tornando a conexão mais confiável e segura.

Antes de discutirmos mais a fundo a pergunta do título “SSTP: o que é?”, veja aqui algumas situações em que o SSTP VPN pode ser usado:

Redes corporativas

  • Permite que funcionários se conectem à redes corporativas de qualquer lugar do mundo, mantendo a privacidade e a segurança durante a transferência de dados

  • Oferece acesso remoto seguro aos recursos internos de uma empresa, incluindo servidores de arquivos, aplicativos e email

Trabalho à distância

  • Com a ascensão do trabalho remoto, o SSTP VPN está se tornando uma ferramenta importante para oferecer um acesso seguro às ferramentas de trabalho

Superação de bloqueios e censura

  • Permite que você burle as restrições geográficas e a censura na internet, oferecendo acesso a sites e serviços bloqueados

Proteção de informações pessoais

  • Protege informações pessoais durante o uso de redes não seguras, como Wi-Fi abertos em cafeterias ou aeroportos

Acesso remoto a redes domésticas

  • Oferece acesso seguro aos recursos de redes domésticas, como armazenamento em nuvem pessoal ou dispositivos de rede privada remota

Telecomunicações e TI

  • Usado para estabelecer uma conexão segura entre diferentes localidades, servidores e dados em infraestruturas de telecomunicações e TI

Referências históricas

O protocolo SSTP VPN foi desenvolvido pela Microsoft e introduzido pela primeira vez no sistema operacional Windows Vista Service Pack 1 em 2007. O SSTP foi criado para oferecer conexões VPN mais seguras e confiáveis do que em soluções anteriores, como PPTP e L2TP/IPsec. O seu aparecimento foi uma resposta à necessidade de tecnologias de conexão VPN mais modernas por parte do setor corporativo, principalmente, em que a segurança de dados é essencial. Desde então, o protocolo SSTP VPN passou por vários estágios de desenvolvimento:

Lançamento inicial em 2007

O SSTP, introduzido no Windows Vista SP1, permite que os usuários de Windows criem conexões VPN seguras.

Suporte expandido em 2008

Com o lançamento do Windows 7 e sistemas operacionais Windows posteriores, a compatibilidade com SSTP se tornou mais simples, e a performance do protocolo e o nível de segurança melhoraram.

Compatibilidade em outros sistemas operacionais

Com o passar do tempo, a implementação do SSTP chegou a outros sistemas operacionais, incluindo o Linux e macOS, o que tornou o protocolo SSTP VPN mais amplamente disponível.

Melhorias de segurança e performance

Melhorias incluíram a compatibilidade com os protocolos SSL/TLS modernos e um gerenciamento de sessão mais eficiente.

Hoje, o SSTP continua a ser relevante e ainda é um protocolo VPN amplamente usado, especialmente no Windows, graças a sua integração com os sistemas operacionais da Microsoft e o alto nível de segurança oferecido pela criptografia SSL/TLS. No entanto, o aparecimento e a popularização de outros protocolos como o OpenVPN e o WireGuard deu aos usuários e às empresas opções adicionais de conexões VPN seguras. Alguns consideram estes outros protocolos mais flexíveis e com melhor performance do que o SSTP.

Sendo assim, o continua sendo uma ferramenta muito útil para a criação de conexões virtuais seguras, especialmente em ambientes corporativos e para os usuários de Windows, embora outras alternativas modernas também existam.

Funcionalidades básicas do SSTP VPN

Push de rota

Como outros protocolos VPN, a funcionalidade route push no SSTP permite que o servidor VPN atualize automaticamente a tabela de roteamento com as rotas necessárias para acessar a rede interna. Isso simplifica a configuração por parte do cliente VPN e garante que o tráfego seja roteado corretamente através do túnel SSTP VPN.

Compatibilidade TCP e UDP

Diferente de outros protocolos VPN, o SSTP VPN utiliza primariamente o TCP para o tunelamento. O TCP oferece uma conexão confiável, o que é muito importante para a segurança e integridade dos dados, embora seja menos eficiente do que protocolos que utilizam UDP.

Push de servidor DNS

Esta funcionalidade permite que o servidor VPN ofereça automaticamente ao cliente SSTP informações sobre os servidores DNS para a resolução de nome na rede interna. Isso também simplifica a configuração DNS do lado do cliente e garante a resolução correta do nome.

Integração LDAP/RADIUS

O SSTP pode ser integrado com LDAP e RADIUS para a autenticação centralizada de usuário. Isso possibilita o gerenciamento centralizado de contas e políticas de segurança, o que melhora o gerenciamento de rede e da segurança.

Algoritmos criptográficos

O SSTP utiliza algoritmos de criptografía de SSL/TLS para garantir a confidencialidade e a integridade de dados. Algoritmos criptográficos confiáveis são a base da proteção contra acesso não autorizado e hackeamento de dados em conexões VPN.

Essas funcionalidades combinadas ajudam na manutenção de uma rede VPN segura, confiável e gerenciável da conexão SSTP VPN, o que faz toda diferença em redes de empresas e no acesso remoto a recursos.

Uso do protocolo SSTP no setor corporativo

O protocolo SSTP oferece acesso remoto seguro e confiável a ferramentas corporativas. Com a ascensão das multinacionais e do trabalho remoto, conexões VPN seguras são essenciais para a manutenção de operações e a proteção de informação corporativa.

Exemplos de usos do SSTP VPN

Acesso remoto a redes corporativas

Funcionários viajando ou trabalhando remotamente podem usar o SSTP para acessar ferramentas internas de empresas, como servidores de arquivos, aplicativos e sites internos.

Conectando filiais e divisões

Empresas com múltiplas filiais e divisões podem usar o protocolo SSTP para criar túneis seguros entre redes para a troca de dados e interoperabilidade de redes.

Serviços de nuvem e comunicações seguros

O SSTP VPN pode oferecer uma conexão entre a rede corporativa e os serviços de nuvem se os dados da empresa estiverem armazenados em nuvem.

Vantagens e desvantagens das redes corporativas

Vantagens

  • Segurança: o SSTP VPN oferece criptografia e autenticação fortes, o que resulta em uma alta segurança de dados

  • Integração com os produtos da Microsoft: a integração precisa com os sistemas operacionais e produtos da Microsoft faz com que esta seja uma solução conveniente para redes empresariais baseadas nas tecnologias da Microsoft

  • Superando o bloqueio e a filtragem: o SSTP VPN substitui facilmente o bloqueio a nível de rede ao usar o TCP na porta 443, também usado para um tráfego seguro na web (HTTPS)

Desvantagens

  • Performance: o TCP usado no SSTP pode ser menos eficiente do que os protocolos que utilizam UDP, especialmente em redes com alta latência ou perda de pacotes

  • Suporte limitado em plataformas: diferente de outro protocolos VPN, o SSTP pode não ser compatível em todas as plataformas ou dispositivos, o que pode causar problemas em redes privadas

  • Dependência da Microsoft: para empresas que não querem depender dos produtos Microsoft, o SSTP pode ser uma opção menos interessante se comparada com outros VPNs

  • Segurança: o código do SSTP nunca foi exposto ou verificado, deixando preocupações sobre possíveis vulnerabilidades

Como o protocolo SSTP pode ser utilizado por usuários comuns

Acesso segura à internet

O SSTP pode ser usado para criar um túnel com criptografia de ponta a ponta entre o dispositivo de um usuário e um servidor SSTP VPN, assegurando uma navegação segura em redes abertas e desprotegidas, como em cafeterias, hotéis e aeroportos.

Superação de bloqueios e censura

Se o usuário estiver em um país ou rede em que sites ou serviços específicos sejam restritos ou bloqueados, o SSTP pode te ajudar a vencer estas restrições e acessar recursos bloqueados.

Acesso seguro à sua rede remota

Se o usuário quiser se conectar à sua rede doméstica de maneira segura a partir de outras localidades, o SSTP pode ajudar a criar uma conexão segura com os recursos que você utiliza em sua casa, como arquivos pessoais, mídias ou controles de casa inteligente.

Acesso à internet anônimo

O SSTP oferece anonimato na internet ao ocultar o endereço IP real de um usuário e criptografar o seu tráfego na internet, fazendo com que o monitoramento da atividade online de um usuário seja muito mais difícil.

Transações online seguras

Usuários que costumam comprar online podem se beneficiar do SSTP, já que oferece um nível adicional de segurança ao proteger informações financeiras e dados pessoais.

Acesso seguro a serviços em nuvem

Se um usuário possui dados ou serviços em nuvem, o SSTP estabelece uma conexão segura entre o seu dispositivo e serviços em nuvem, protegendo os dados de possíveis ameaças.

Vantagens e desvantagens para usuário privados

Vantagens do SSTP VPN para uso privado:

  • Segurança e privacidade: o protocolo SSTP oferece aos usuários um alto nível de criptografia e autenticação, o que é muito importante para assegurar a privacidade e a segurança dos dados de usuário

  • Fácil configuração: a configuração normalmente é simples e não exige nenhum software adicional em plataformas compatíveis com SSTP. Isso faz com que seja acessível aos usuários, já que nenhum conhecimento técnico é necessário para a configuração da conexão VPN

  • Confiabilidade: o SSTP VPN oferece uma conexão confiável ao usar o protocolo TCP para garantir a integridade e entrega de dados

Desvantagens do SSTP para uso privado

  • Performance: como o SSTP VPN utiliza TCP no lugar do UDP (que é mais veloz), pode haver perda de performance, especialmente em redes com alta latência ou perda de pacotes

  • Compatibilidade limitada com plataformas: o SSTP é principalmente voltados para os sistemas operacionais Windows, e a sua compatibilidade pode ser limitada em outras plataformas, causando problemas para usuários de outros sistemas

  • Dependência de terceiros: para usar SSTP, os usuários devem confiar nos provedores de VPN, que podem gerar preocupações relacionadas a preços, privacidade e dependência em servidores de terceiros

  • Dificuldade na identificação de problemas: quando ocorrem problemas de conexão, os usuários podem encontrar desafios ao tentar identificar e corrigir o problema de maneira independente devido à complexidade técnica do protocolo SSTP

  • Segurança: o código do protocolo SSTP nunca foi exposto ou verificado, o que gera preocupações relacionadas a potenciais vulnerabilidades

Resistência ao bloqueio do protocolo SSTP

O Secure Socket Tunneling Protocol é considerado muito resistente a bloqueios por vários motivos:

Uso da porta 443

O SSTP envia tráfego através da porta 443 com SSL sobre TCP, tradicionalmente usada para a proteção do tráfego web (HTTPS). A maioria dos firewalls abrem a porta 443 TCP para SSL, permitindo que o SSTP passe através deles.

Criptografia SSL

O SSTP utiliza o protocolo SSL (Secure Sockets Layer) para criptografar dados de maneira similar ao tráfego HTTPS comum. Isso faz com que seja mais difícil identificar e bloquear o tráfego SSTP. No entanto, isso também causa alguns problemas:

  • Detecção do protocolo

Apesar da criptografia, dispositivos especializados em DPI (Deep Packet Inspection) pode às vezes detectar e bloquear as características do tráfego SSTP.

  • Dependência da Microsoft

O SSTP VPN está atrelado aos produtos da Microsoft, o que pode fazer com que seja menos resistente em ambientes em que tecnologias alternativas sejam usadas ou em lugares com severas restrições aos produtos da Microsoft.

Em geral, o SSTP VPN é bastante resistente ao bloqueio devido ao seu uso da porta 443 e da criptografia. No entanto, ele não é completamente imune à detecção em ambientes com maior controle e mais restrições.

Aplicabilidade e disponibilidade do protocolo SSTP em roteadores domésticos

A disponibilidade do SSTP em roteadores domésticos depende amplamente do modelo e do fabricante do roteador. Aqui estão alguns aspectos chave que podem afetar a disponibilidade do SSTP em roteadores domésticos:

Fabricante do roteador

Alguns fabricantes oferecem compatibilidade SSTP de fábrica em seus roteadores, especialmente os mais voltados ao seguimento corporativo ou a usuários com maiores conhecimentos técnicos.

Firmware personalizado

Firmware personalizado, como DD-WRT ou Tomato, podem adicionar compatibilidade SSTP a roteadores que não a possuem nativamente. No entanto, a instalação de firmware personalizado pode ser uma tarefa tecnicamente complexa e exigir um bom grau de conhecimentos.

Provedores de VPN externos

Alguns provedores de VPN oferecem soluções simples para a configuração do SSTP em roteadores domésticos ou interfaces web. Isso pode dar acesso ao SSTP mesmo que o roteador não tenha superte nativo ao protocolo.

Serviços VPN nuvem

Serviços VPN em nuvem podem oferecer configurações SSTP que podem ser aplicados ao seu roteador doméstico. Isso pode ser uma opção para aqueles que procuram uma maneira facilitada de implementar o SSTP.

Compatibilidades técnicas

Contate o suporte técnico do fabricante do seu roteador para descobrir se o seu roteador é compatível com com SSTP e como configurá-lo.

O SSTP não é tão amplamente compatível com roteadores domésticos quanto outros protocolos (como OpenVPN e IPsec), especialmente em roteadores mais básicos ou mais baratos. Se o acesso SSTP é importante para você, verifique as especificações e a documentação do seu roteador ou contate o fabricante para mais informação.

Como empregar SSTP VPN no servidor

O emprego do Secure Socket Tunneling Protocol em um servidor envolve vários passos e exige o uso de hardware e software.

Passo a passo de instalação e configuração

Instalando um servidor VPN

Comece com a instalação do software do servidor compatível com SSTP, como um servidor Windows Server com o papel de acesso remoto (VPN e DirectAccess).

Configurando um certificado SSL

O SSTP exige um certificado SSL para autenticação e criptografia. Obtenha e instale um certificado SSL de uma autoridade de certificação confiável (CA) ou crie o seu próprio certificado do servidor.

Configuração de escuta da porta SSTP

Certifique-se de que o servidor está configurado para escutar conexões vindouras na porta 443 TCP, usada pelo SSTP.

Configurando o roteamento e o acesso remoto

Configure o roteamento e as regras de acesso remoto para que cumpram as exigências da sua infraestrutura de rede.

Testagem

Teste a sua conexão VPN usando um dispositivo cliente para garantir que tudo está configurado corretamente.

Exigências de hardware e software

  • Servidor: você precisa de um servidor confiável com recursos suficientes (CPU, memória, largura de banda) para processar o tráfego VPN
  • Sistema operacional: servidor Microsoft Windows com Acesso Remoto ou software parecido compatível com SSTP
  • Equipamento de rede: proporciona equipamento de rede adequado para lidar com o tráfego VPN e ser compatível com protocolos e portas

Recursos de segurança e recomendações

Certificado SSL

Use certificados SSL de autoridades de certificação de fontes confiáveis para maior segurança e evite o uso de certificados assinados por você sempre que possível.

Autenticação forte

Implemente um mecanismo forte de autenticação como a autenticação multifatores (MFA) para melhorar a segurança do acesso da VPN à sua rede.

Políticas de segurança

Crie e implemente políticas de segurança estritas para o acesso a recursos através da VPN, incluindo o controle de acesso e o monitoramento de tráfego.

Atualizações e patches

Atualize o seu servidor e equipamento de rede com frequência para proteger todos os componentes do sistema de vulnerabilidades conhecidas.

Monitoramento e criação de registros

Configure o monitoramento e os níveis de registro de dados para rastrear atividades incomuns e detectar acidentes de segurança.

Funcionalidades da configuração do cliente

A configuração do Secure Socket Tunneling Protocol por parte do cliente pode variar dependendo da plataforma. No entanto, o processo básico se mantém parecido. Encontre abaixo as instruções gerais para configurar o SSTP em sistemas operacionais desktop e mobile:

Configuração em dispositivos desktop

Windows

  • Abra o Painel de Controle → Rede e Internet → Centro de rede e compartilhamento
  • Selecione Configurar uma nova conexão ou rede
  • Selecione Conexão desktop e siga o criador de conexão
  • Insira o endereço do servidor e as credenciais de conexão
  • Nas propriedades de conexão, certifique-se de que o protocolo SSTP está selecionado

macOS e Linux

  • Estes sistemas operacionais exigem softwares de terceiros pois a compatibilidade com SSTP nativa pode não estar disponível
  • Você pode usar programas como o SSTP-client ou similares para instalar e configurar a conexão SSTP

Configuração em dispositivos móveis

Android

  • Dependendo da versão e do fabricante do dispositivo, um aplicativo de terceiros, como o SSTP VPN Client, pode ser exigido para a compatibilidade com SSTP
  • Após a instalação do app, siga as instruções na tela para configurar uma conexão VPN no seu servidor

iOS

  • Como no Android, um app de terceiros pode ser exigido para a compatibilidade com SSTP
  • Baixe e instale e app de sua escolha a partir da Appp Store e siga as instruções para configurar uma conexão VPN

Ao configurar o SSTP em qualquer plataforma, certifique-se de que você tem todas as credenciais necessárias e informações sobre o servidor (como endereço, nome de usuário e senha). Também é importante verificar se o servidor possui um certificado SSL válido para garantir uma conexão segura.

Padrões e performance SSTP VPN

A performance do SSTP pode variar dependendo de vários fatores, incluindo a configuração do hardware e da rede. Veja abaixo uma análise da performance SSTP em diferentes cenários.

Performance baseada nos recursos da CPU

A performance do SSTP em megabits por segundo pode variar muito dependendo do hardware e da configuração de rede específica. No entanto, um processador mais poderoso com uma velocidade de relógio mais alta pode melhorar a performance SSTP.

SSTP vs. outros protocolos VPN

  • OpenVPN. O OpenVPN tem uma performance similar ao SSTP, mas normalmente é considerada mais flexível para configurar e apresenta suporte nativo para mais sistemas operacionais
  • IPsec/L2TP. O IPsec/L2TP geralmente oferece alta performance, podendo ser mais rápido do que o SSTP em algumas configurações, especialmente durante o uso de criptografia acelerada.
  • PPTP. O PPTP pode oferecer alta performance devido à sua criptografia fraca, fazendo com que seja muito menos seguro que o SSTP
  • WireGuard. O WireGuard é conhecido por sua alta performance e simplicidade, sendo superior ao SSTP em questão de velocidade e facilidade de configuração

Recomendações para otimizar a performance do SSTP VPN

Aceleração de hardware

Use a aceleração de criptografia do hardware (se compatível) para otimizar a performance do SSTP.

Otimização de rede

Assegure-se de que a sua rede tenha a performance otimizada: elimine bottlenecks e melhore o roteamento.

Configuração de servidor correta

Configure o seu servidor corretamente e assegure-se de ter recursos o suficiente para lidar com a VPN.

Monitoramento e análise de performance

Monitore e analise regularmente a performance do seu SSTP VPN para identificar e resolver problemas em potencial.

Atualizações de hardware e software

Mantenha o seu hardware e software sempre atualizados para uma melhor performance e segurança.

Conclusão

O SSTP é uma fonte confiável e testada para a criação de redes VPN seguras, especialmente no Windows. Ele oferece uma boa criptografia e é relativamente fácil de configurar nas plataformas compatíveis. No entanto, ao usar o SSTP, você pode encontrar limitações de compatibilidade de plataforma e velocidade em comparação com outros protocolos VPN modernos, como o WireGuard.

Gostou deste post?

AdGuard VPN
para Windows

Use qualquer navegador ou aplicativo e nunca mais se preocupe com seu anonimato. O mundo inteiro está ao seu alcance com o AdGuard VPN.
Saiba mais
Baixar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença

AdGuard VPN
para Mac

Com apenas dois cliques, selecione uma cidade de qualquer lugar do mundo — temos 70+ locais — e seus dados ficam invisíveis aos olhos curiosos de corporações e governos.
Saiba mais
Baixar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença

AdGuard VPN
para iOS

Aumente a sua proteção online levando-o consigo para onde quer que vá. Use o AdGuard VPN para curtir seus filmes e programas favoritos!
Saiba mais
App Store
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença

AdGuard VPN
para Android

Permaneça anônimo onde quer que vá com AdGuard VPN! Dezenas de locais, conexão rápida e confiável — tudo no seu bolso.
Saiba mais
Google Play
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença
Baixar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença

AdGuard VPN
para Chrome

Oculte sua verdadeira localização e saia de outro lugar do mundo - acesse qualquer conteúdo sem limites de velocidade e preserve seu anonimato na web.
Saiba mais
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença

AdGuard VPN
para Edge

Vá para um local diferente com um clique, oculte seu IP e torne sua navegação na web ainda mais segura e anônima.
Saiba mais
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença

AdGuard VPN
para Firefox

Proteja sua privacidade, oculte sua localização real e decida onde você precisa da VPN e onde não precisa!
Saiba mais
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença

AdGuard VPN
para Opera

Seja um ninja no seu navegador Opera: mova-se rapidamente para qualquer parte do mundo e permaneça despercebido.
Saiba mais
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do contrato de licença
O download do AdGuard VPN
começou
Clique no botão indicado pela seta para iniciar a instalação.
Digitalize para instalar o AdGuard VPN em seu dispositivo móvel